Que tal morar em um cruzeiro?

Alguma vez você já sonhou em viver em um cruzeiro em tempo integral? Para os afortunados a oportunidade pode estar mais perto do que se imagina.

MV Gemini

O novo cruzeiro da Life at Sea Cruises, o MV Gemini, que partirá de Istambul, na Turquia, em 1º de novembro de 2023 está com essa proposta e deverá passar por 135 países, entre eles o Brasil. Por três anos, o “morador” pode dar a volta ao mundo com o valor que pode custar o mesmo que alugar um apartamento de três quartos no centro expandido de São Paulo, a partir de US$ 2.500 ou cerca de R$ 13 mil ao mês, de acordo com estimativa da imobiliária QuintoAndar.

 

Quarto-MV Gemini

Para suportar uma viagem tão longa, o navio ganhará uma acomodação extra além daquelas tradicionais para os cruzeiros: um business center com salas de reuniões, 14 escritórios, biblioteca e lounge para a paradinha para o café. Todo o espaço, de acesso livre, terá acesso à internet para que os moradores do navio possam trabalhar remotamente em meio à diversão. Além da estrutura de trabalho, o Gemini contará ainda com hospital 24 horas que oferecerá consultas gratuitas, mas os medicamentos e procedimentos serão cobrados à parte. Familiares e amigos poderão visitar os passageiros e ficar em suas cabines, mas precisarão pagar as taxas de portos.

 

sacada no MV Gemini

 

 

As reservas foram abertas no dia 1º de março e, de acordo com Mikael Petterson, diretor administrativo da companhia Life at Sea Cruises, o navio está quase 50% reservado.

 

 

 

Navio Narrative

 

Outro navio responsável pelo condomínio em alto mar é o MV Narrative, que oferece casas completas, desde um a quatro quartos, para quem quiser viver em um navio de cruzeiro. A expectativa é que o navio seja construído ainda em 2023 e lançado em 2025, com tamanho para receber mais de mil viajantes/moradores. Ao todo, serão 547 unidades residenciais mobiliadas – desde estúdios até coberturas de dois andares. O navio está programado para começar com uma viagem de três anos, por seis continentes, passando em média de três a cinco dias em cada destino. Ou seja, os moradores vão poder entrar e sair do navio a cada parada nos portos.

Parte interna do navio Narrative

Para viver a bordo desse navio o custo também é bem alto, entre US$ 875 mil (R$ 4,5 milhões) a US$ 8 milhões (R$ 43 milhões). Para morar no navio MV Narrative ainda é necessário pagar uma taxa para cobrir os custos de alimentação, entretenimento e manutenção, que custam a partir de pouco mais de US$ 5,4 mil (R$ 28 mil) por mês para um casal. Há ainda a opção de compra em modelo de multipropriedade, que permite o compartilhamento da unidade em até quatro pessoas, cujo valor inicial da participação é de US$ 589 mil (R$ 3 milhões) para a vida útil da embarcação, além de US$ 26,7 mil (R$ 140 mil) para as taxas trimestrais.

Parte interna – navio Narrative

O navio terá 20 restaurantes e bares, uma microcervejaria, três piscinas com solários, jardim, biblioteca, 18 decks e área para animais de estimação. Além dessa estrutura já esperada nesse tipo de embarcação, o navio MV Narrative oferecerá todas as comodidades de uma comunidade terrestre, incluindo escola, cinema, pista de corrida e de dança, escritórios, banco, correios, consultório médico, academia, teatro, golfe e até uma marina para embarcações particulares. É para os “moradores” tocarem a “vida normal” enquanto vive no mar.

 

Vivendo uma aventura única e emocionante

Angelyn e Richard Burk, um casal de Seatle (EUA), decidiu morar em um navio de cruzeiro permanentemente após descobrir que é mais barato do que pagar um financiamento. A ideia surgiu quando o casal estava planejando sua aposentadoria. Eles estavam preocupados com os altos custos de vida e com as despesas de uma casa própria – e foi quando tiveram a ideia de investir em um navio de cruzeiro.

Casal Angelyn e Richard Burk

Segundo Richard, eles calcularam que, em um navio de cruzeiro, teriam todas as despesas básicas incluídas, como alimentação, água, eletricidade, internet, TV a cabo e manutenção do quarto.

Foi assim que eles embarcaram em uma aventura única e emocionante e desde então, eles têm vivido em navios de cruzeiro, percorrendo o mundo e conhecendo novas culturas e lugares. Para eles, essa é uma maneira incrível de viver, já que podem desfrutar de todas as comodidades de um hotel de luxo enquanto viajam pelo mundo.

Mas viver em um navio de cruzeiro permanentemente pode ter alguns desafios, como a falta de espaço e a necessidade de se adaptar constantemente a novos ambientes. Além disso, é preciso considerar que os navios de cruzeiro têm regras e normas que precisam ser seguidas pelos passageiros. Mas, apesar disso, o casal afirma que essa é uma escolha de vida que eles não se arrependem de ter feito. Para eles, viver em alto mar é uma aventura que vale a pena ser vivida.

Facebook
Twitter
Email
Print
Últimos Artigos
pt_BRPortuguese